UFSM promove IX Seminário de Jovens Pesquisadores em Economia e Desenvolvimento

A Universidade Federal de Santa Maria está com inscrições abertas para o IX Seminário de Jovens Pesquisadores em Economia e Desenvolvimento, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Economia e Desenvolvimento (PPGE&D) da universidade, que ocorrerá nos dias  21 e 22 de novembro, de maneira presencial. As inscrições vão até 20 de novembro e podem ser realizadas através do link: https://bit.ly/3SBpVwn

O evento tem como objetivo promover a divulgação da pesquisa e extensão acadêmica e construir vínculos sólidos entre alunos, instituição e comunidade. A temática do evento deste ano será “Os Desafios das Desigualdades Sociais no Brasil para o Desenvolvimento” e contará com a emissão de certificados de participação (ACGs) para estudantes universitários.

Pucrs sedia o Connect 2022

A Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs), estará recebendo nos dias 25 e 26 de outubro, a jornada conjunta do Connect – 9º Caminhos para o Futuro e do 24º Seminário Econômico, realizados no Salão de Atos da Universidade. Os eventos contarão com palestras sobre finanças pessoais e cenários macroeconômicos e políticos para o 2023 pós-eleições, do ponto de vista de profissionais renomados de todo o Brasil.

As inscrições gratuitas podem ser feitas em https://www.seminarioeconomico.com.br/.
 
O evento Caminhos para o Futuro propõe uma reflexão sobre temas relevantes e tendências na sociedade, reunindo, há nove edições, especialistas em comportamento, gestão de pessoas, finanças pessoais, previdência complementar, economia e filosofia, com o propósito ampliar o debate, educar e contribuir na difusão de novas ideias.
 
O Seminário Econômico apresenta, desde 1999, os possíveis rumos da economia e da política visando auxiliar ao sucesso nos negócios e em ambientes desafiadores e em constante transformação. Com palestras de profissionais renomados, o evento traz informações que auxiliam na estratégia de empresários e administradores para o futuro de seus negócios.
 

INAFF lança novo portal do Jornal de Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia


O Instituto Nacional de Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia (INAFF) disponibilizou o novo portal do Jornal de Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia (JAFF). Nele é possível ter acesso a todos os volumes já publicados na revista e a todos os artigos científicos na íntegra. A partir do portal, é possível acessar o site de submissão da revista, em que os autores interessados poderão submeter seus trabalhos, que passarão pela avaliação.

 

O Jornal de Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia é uma publicação eletrônica, trimestral, de acesso livre, destinada a divulgar a produção científica e práticas inovadoras no campo da Assistência Farmacêutica, da Avaliação de Tecnologias em Saúde, da Farmacoeconomia e da Gestão em Saúde. O escopo da revista inclui os seguintes temas: Assistência Farmacêutica, Avaliação de Tecnologias em Saúde, Farmacoeconomia, Farmácia Hospitalar, Farmacoepidemiologia, Farmacovigilância, Segurança do Paciente, Farmácia Clínica, Atenção Farmacêutica, Farmácia Comunitária, Gestão em Saúde, Acesso à Medicamentos e protocolos clínicos, Farmácia Ambulatorial, Fitoterapia, dentre outros.

O corpo de avaliadores é composto por quarenta especialistas em diferentes áreas do conhecimento relacionadas ao escopo da revista, com notória atuação acadêmica, científica e profissional.
Além dos conteúdos relacionados a revista, o novo portal conta com uma sessão de notícias atualizadas que discutem temas relevantes para a área.

Para mais informações, acesse o portal: https://jaff.org.br/

Abertas as inscrições para o Prêmio Corecon-RS 2022

 

Encontram-se abertas as inscrições de trabalhos para o Prêmio Corecon-RS 2022, nas categorias Artigos Técnicos ou científicos, Dissertações de Mestrado e Monografias ou Trabalhos de Conclusão de Curso.

Para participar, o economista interessado em inscrever seu artigo deve ser registrado no Conselho Regional de Economia e estar em dia com suas anuidades. No caso de Monografias ou Dissertações, ao menos um, entre autor e orientador, deve ser registrado no Conselho e estar quite com as anuidades.

Os interessados devem enviar seu artigo, Monografia ou Dissertação, para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até as 17h do dia 21/10/2022. O regulamento do Prêmio pode ser encontrado, junto com a ficha de inscrição, no site: www.coreconrs.org.br.

O objetivo Prêmio Corecon-RS é estimular os profissionais da área na elaboração de artigos, pesquisas e dissertações, estimulando, com isso, a valorização dos estudantes e da profissão de Economista.

A solenidade de entrega dos prêmios, será realizada em dezembro próximo, em local a ser confirmado.


Links úteis:

Regulamento Prêmio Corecon-RS

Ficha de inscrição Monografias ou Trabalhos de Conclusão de Curso

Ficha de inscrição Dissertações de Mestrado

Ficha de inscrição Artigos Técnicos ou Científicos

Inscrições abertas para Doutorado do PPGE da Ufrgs 

O Programa de Pós Graduação em Economia (PPGE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) está com inscrições abertas para o processo seletivo de Doutorado, com ingresso em 2023.

As inscrições estão disponíveis do dia 10 de outubro a 4 de novembro de 2022.

Para o edital e mais informações, acesse: https://bit.ly/3ETeayc 

Curso de Economia da UFSM forma novos bacharéis

A coordenadora do Curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), professora economista Kalinca Léia Becker, representou o Corecon-RS durante a solenidade de diplomação dos novos bacharéis de Economia da Universidade. O evento aconteceu na noite do último sábado, dia 15 de outubro, no Centro de Convenções do Campus de Camobi, em Santa Maria. 

Os novos bacharéis em Economia são Adão Gustavo Balbueno Alves, Bruna Alves Teixeira, Felipe Trindade Fiorini, Guilherme Schneider Bortoli, Gustavo da Silveira Stegues, Mariana Camboim Viola, Rafael Flores Escobar, Victória Lopes Kurtz Galery, Yasmin Dal Lago Nachtigall, do Curso Diurno, e Arthur Wegner da Silva, Camila Vieira da Silva e Etienne Nsamba Kiangaluka, do Curso Noturno.

Os alunos destaques foram Yasmin Dal Lago Nachtigall, do Curso Diurno, e Camila Vieira da Silva, do Curso Noturno.

Abertas inscrições para os prêmios Corecon-RS “Reportagem de Economia” e “Jornalista de Economia do Ano”


- Iniciativa tem como objetivo valorizar trabalhos jornalísticos do Rio Grande do Sul -

Encontram-se abertas as inscrições para o “Prêmio Reportagem de Economia do Ano” e o “Prêmio Jornalista de Economia do Ano”, numa promoção do Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Sul (Corecon-RS).

O “Prêmio Reportagem de Economia 2022” tem como objetivo valorizar trabalhos jornalísticos produzidos sobre a economia gaúcha, por profissionais em atividade no Estado, nas áreas da mídia impressa (reportagens de jornais e revistas), radiojornalismo e mídia digital (online, podcast). Poderão ser inscritos trabalhos de jornalistas, publicados ou veiculados em órgãos de imprensa do país (jornais, revistas, emissoras de rádio, digitais), de 01 de novembro de 2021 até 31 de outubro de 2022. As inscrições devem ser feitas, gratuitamente, até o dia 25 de novembro de 2022 (sexta-feira), às 17 horas, pelo e-mail iEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., através do preenchimento de ficha, acompanhada de uma cópia do material veiculado pelo veículo que inseriu as matérias.

O “Prêmio Jornalista de Economia do Ano” tem como objetivo homenagear um jornalista com atuação na área econômica, em jornais, revistas, emissoras de rádio, televisão ou mídia digital. As inscrições podem ser feitas pelo Corecon-RS ou pelas faculdades gaúchas que oferecem o curso de Comunicação Social/Jornalismo. Cada entidade indicará o nome de até três jornalistas que concorrerão ao Prêmio, para, então, a Comissão Julgadora escolher um nome entre os indicados.

Os troféus serão entregues durante solenidade a ser realizada na segunda quinzena de dezembro, em data e local a serem definidos. Na oportunidade, também serão outorgados o “Prêmio Corecon-RS 2022” de dissertações de mestrado, monografias e artigos técnicos e os Prêmios “Economista do Ano” e “Economista Destaque do Ano”. O regulamento pode ser conferido aqui.

Regulamento Prêmio Reportagem de Economia 2022

Regulamento Prêmio Jornalista de Economia 2022

Ficha de inscrição Prêmio Reportagem de Economia 2022

Times Higher Education destaca universidades gaúchas entre as melhores do ranking mundial

- Divulgado o maior e mais diversificado ranking universitário do mundo, o Times Higher Education apresenta as melhores universidades do mundo, destaca as brasileiras USP e Unicamp como as melhores da América Latina
e cita as gaúchas Ufrgs, Pucrs, UFPel, UCS, Unisinos, UPF e  Ufcspa -

A University of Oxford ganhou novamente o renomado Times Higher Education World University Rankings 2022. Essa foi a maior lista desde o início da publicação – mais de 1.600 universidades de 99 países foram avaliadas e classificadas, divulgada pela THE no dia 11 de outubro, terça-feira. Os primeiros lugares quase não sofreram muitas alterações; Estados Unidos e Reino Unido dominam o top 20. No entanto, as instituições asiáticas vêm melhorando o desempenho ano a ano, principalmente da China e Hong Kong.

A Universidade de São Paulo foi classificada como a melhor da América Latina. A USP ficou na faixa 201-250, o melhor desempenho não só do Brasil, como da América Latina. Depois dela, a única brasileira a conseguir um lugar entre as 500 melhores universidades do mundo foi a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A Universidade Federal do RS (Ufrgs), a Universidade de Caxias do Sul (UCS) e a Universidade de Passo Fundo (UPF) também foram destaque no ranking.

Metodologia da Times Higher Education (THE)
Para essa edição, que bateu os recordes de instituições avaliadas, a equipe da THE analisou mais de 108 milhões de citações em mais de 14,4 milhões de publicações de pesquisa. Também contou com respostas de quase 22.000 acadêmicos do mundo todo e coletou mais de 430.000 dados de mais de 2.100 instituições que quiseram participar (embora nem todas se qualificaram). A pontuação de cada universidade no ranking é a média de 13 indicadores de qualidade divididos em quatro áreas principais: ensino, pesquisa, transferência de conhecimento e perspectiva internacional. 

Uma das diferenças dessa edição é o desempenho de universidades que realizaram pesquisas e publicaram trabalhos científicos sobre a Covid-19. De acordo com os dados da THE, 19 instituições tiveram um aumento notável na pontuação de impacto de citação entre 2021 e 2022, após a publicação de artigos médicos relacionados ao coronavírus. Dessas 19, 11 são universidades chinesas; como resultado, a China tem, pela primeira vez, dez instituições entre as 200 melhores do mundo, um número maior que o do Canadá, por exemplo. 

A THE não sabe afirmar se os estudos sobre a Covid e os efeitos da pandemia mudarão definitivamente a hierarquia global no ensino superior. No entanto, é evidente que as instituições asiáticas seguem avançando no ranking. Na edição de 2022, a China conseguiu dois lugares entre as 20 melhores e Hong Kong tem quatro no top 200 – a University of Hong Kong aparece em 30ª. Outro país que costuma se sair bem é Singapura: a National University of Singapore e a Nanyang Technological University ficaram em 21ª e 46ª, respectivamente.

As 10 melhores universidades do mundo

Os Estados Unidos continuam a maior potência acadêmica mundial com 57 universidades representadas entre as 200 melhores do mundo – oito no top 10. Depois, vem o Reino Unido com 28; Alemanha com 22; e a Austrália com 12. A melhor colocada australiana é a University of Melbourne no 12º lugar. O Canadá sofreu um declínio na edição do ranking 2022, com apenas sete universidades no top 200. A University of Toronto, em 18ª, e a University of British Columbia, em 37ª, são as melhores do país. A britânica University of Oxford conseguiu o primeiro lugar pelo sexto ano consecutivo. Já a Harvard University, dos Estados Unidos, teve o seu melhor desempenho desde 2016, em terceiro lugar.

As dez melhores universidades do mundo segundo o Times Higher Education World University Rankings 2022 são: 1. University of Oxford, Reino Unido;  2. California Institute of Technology, Estados Unidos;  3. Harvard University, Estados Unidos; 4. Stanford University, Estados Unidos;  5. University of Cambridge, Reino Unido; 6. Massachusetts Institute of Technology, Estados Unidos; 7. Princeton University, Estados Unidos; 8. University of California, Berkeley, Estados Unidos; 9. Yale University, Estados Unidos; 10. University of Chicago, Estados Unidos.

USP é a melhor da América Latina

A Universidade de São Paulo obteve a posição mais alta (entre as 250 melhores do mundo) entre as universidades da América Latina na edição de 2023 do ranking mundial de universidades da Times Higher Education. O segundo lugar no continente ficou com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), classificada entre as 500 melhores do mundo. A Pontifícia Universidade Católica do Chile aparece no mesmo grupo. O Brasil é o país do continente melhor representado na publicação, com 62 universidades na lista — 51 delas são universidades públicas (federais ou estaduais) e 11 são privadas. O ranking da Times Higher Education incluiu neste ano 1799 universidades de 104 países. A publicação tradicional classifica as universidades internacionais desde 2004. Para o ranking mundial, são avaliadas 13 métricas independentes em áreas como ambiente de aprendizado, transferência de tecnologia no ambiente universitário e quantidade de pesquisas e citações. A publicação define a posição exata apenas das 100 primeiras universidades na lista. A partir desse patamar, as universidades são agrupadas por centenas (as 250 melhores, 50 melhores, etc).

As universidades gaúchas relacionadas

A qualidade formativa da Universidade de Passo Fundo (UPF) colocou a Instituição mais uma vez entre as melhores do mundo. Pelo segundo ano  consecutivo, a UPF aparece no ranking da Times Higher Education World University Rankings. Nesta última avaliação, a Universidade cresceu em quatro dos cinco indicadores: pesquisa, citações, impacto comercial da pesquisa e perspectiva internacional. A UPF foi listada pela primeira vez no ranking mundial de 2022 e, nos últimos três anos, vem figurando entre as melhores universidades da América Latina e Caribe pela mesma publicação. Ainda em 2021, em outra publicação feita pelo THE, a Universidade teve destaque na área de Ciências da Vida, ressaltando a atuação dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Ciências Biológicas e Educação Física. Também estão no ranking a Ufrgs, que aparece na 9ª classificação entre as melhores do Brasil, a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Pontifícia Universidade Católica do RS (Pucrs), Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Universidade de Caxias do Sul (UCS) e a Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Confira a lista com as 10 melhores universidades do mundo, segundo a THE:

1 Universidade de Oxford (Reino Unido)

2 Universidade Harvard (EUA)

=3 Universidade de Cambridge (Reino Unido)

=3 Universidade Stanford (EUA)

5 Instituto de Tecnologia de Massachusetts (EUA)

6 Instituto de Tecnologia da Califórnia (EUA)

7 Universidade de Princeton (EUA)

8 Universidade da Califórnia, Berkeley (EUA)

9 Universidade de Yale (EUA)

10 Faculdade Imperial de Londres (Reino Unido)

Confira a posição das universidades brasileiras no ranking da THE:

Posições 201 a 250:

Universidade de São Paulo (USP)

Posições 401 a 500:

Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)

Posições 601 a 800:

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Posições 801 a 1000:

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Universidade Federal de Sergipe (UFS)

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio)

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS)

Posições 1001 a 1200:

Universidade Estadual Paulista (Unesp)

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Universidade de Fortaleza (UNIFOR)

Posições 1201 a 1500:

Universidade de Brasília (UnB)

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Universidade Federal do ABC (UFABC)

Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Universidade Federal de Goiás (UFG)

Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)

Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Universidade Federal de Viçosa (UFV)

Universidade Estadual de Londrina (UEL)

Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR)

Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos)

Posições acima de 1501:

Universidade Católica de Brasília

Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Universidade do Estado de Santa Catarina (UESC)

Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro

Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste)

Universidade Federal do Ceará (UFC)

Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA)

Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)

Universidade Federal do Vale do São Francisco

Universidade Federal de Itajubá

Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP)

Universidade Federal do Pará (UFPA)

Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Universidade Federal do Piauí (UFPI)

Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)

Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)

Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio)

Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)

Universidade Federal Fluminense (UFF)

Universidade Presbiteriana Mackenzie

Universidade Nove de Julho (Uninove)

Universidade de Passo Fundo (UPF)

Universidade de Pernambuco (UP)

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG)

Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)

Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Veja as 10 melhores universidades do mundo

As melhores da América Latina

As melhores do Brasil

 

Corecon-PR promove Encontro Paranaense de Economistas e Estudantes de Economia

O Conselho Regional de Economia do Paraná (Corecon-PR) promove, na próxima quarta-feira, dia 19, o 7º Encontro Paranaense de Economistas e Estudantes de Economia (Epeco). Com o tema central "Modelos de Desenvolvimento & Infraestrutura para o Estado do Paraná, o evento irá apresentar e debater os modelos de desenvolvimento e infraestrutura para o Paraná, nos campos da energia, saneamento e logística

Com a retomada do crescimento econômico pós-pandemia, os projetos anteriormente estacionados devem ser retomados, é o que apontam economistas. E, para debater os gargalos estruturais que travam o desenvolvimento dos principais setores da economia paranaense, o Conselho Regional de Economia (CoreconPR) promove no dia 19 de outubro, em formato online e gratuito, o 7º EPECO (Encontro Paranaense de Economistas e Estudantes de Economia). Com o tema central “Modelos de Desenvolvimento e Infraestrutura para o Estado do Paraná”, o evento tem o objetivo de abordar e discutir, na visão macroeconômica, como forma de contribuir na pauta de desenvolvimento paranaense e do Brasil.

Economistas de grande notoriedade e especialistas em logística, energia e saneamento foram convidados para debater os assuntos propostos neste encontro. Com início às 14h15, o EPECO começará com a cerimônia de abertura, seguida pelo Painel I, que colocará em discussão os “Desafios da Infraestrutura Logística”, com o economista Luiz Antonio Fayet de Camargo, integrante do Movimento Pró-Paraná (MPP). A mediação será feita pela economista Solídia Elizabeth dos Santos, coordenadora do curso de economia da FAE.

O economista Julio Grudzien Neto (FAE/Copel) apresentará o segundo painel, que abordará os “Desafios da Infraestrutura Energética”, a partir das 15h30. A mediação contará com a participação da economista Tânia Terezinha Rissa (Del. Reg. CoreconPR Apucarana e Profa. UNESPAR Apucarana). E, com o tema “Desafios da Infraestrutura em Saneamento”; o terceiro painel receberá o economista Joel de Jesus Macedo, gerente de captação de recursos da Sanepar. A mediação será realizada pela economista Aline de Queiroz Assis Andreotti Pancera (UNESPAR Campo Mourão).

Clique AQUI para mais informações

 

O 7º EPECO, tem como público-alvo, profissionais economistas, professores de economia e estudantes dos cursos de Ciências Econômicas.

Economista Abdon Barretto Filho é presença confirmada no Mentorias Festuris

O Economista e Mestre em Comunicação Social, Abdon Barretto Filho, falará sobre “City Marketing e a Economia Criativa: Políticas, Estratégias e Ações” durante a 34º Feira Internacional de Turismo de Gramado, que acontecerá de 03 a 6 de novembro no Serra Park, em Gramado/RS.

O evento reúne as principais marcas e profissionais da indústria turística para uma completa imersão de negócios, networking, conteúdo e experiências. A feira oferece a oportunidade para promoção de produtos e iniciativas do turismo nacional e internacional, divulgação de destinos, lançamento de tendências do mercado, posicionamento de marcas em diferentes segmentos, geração de negócios entre os participantes e muito mais. 


Para mais informações e inscrições, acesse: https://www.festurisgramado.com/

Página 3 de 117