Indicadores Econômicos RS

logo ie rs 2020 255

Corecon-RS faz entrega oficial do Prêmio Jornalista de Economia do Ano a Leonardo Vieceli, de ZH

O presidente do Conselho Regional de Economia do RS, economista Mário de Lima, e o vice-presidente, economista Felipe Garcia Ribeiro, realizaram, na última quinta-feira, dia 4, na Sede da Entidade, em Porto Alegre, a entrega formal do prêmio Jornalista de Economia do Ano, a Leonardo Vieceli, do Jornal Zero Hora. Na oportunidade, o jornalista recebeu, ainda, das mãos dos dirigentes do Corecon-RS, o troféus pelo 2º Lugar, na categoria Mídia Impressa, pela matéria “Brasil tem mais uma década perdida, a pior em 120 anos” e o de 2º Lugar em Mídia Digital, com o trabalho “Entenda como o menor crescimento populacional impacta a economia do RS”.

O Prêmio Jornalista de Economia do Ano, edição 2020, é uma homenagem a um jornalista que se destacou na área de Economia durante o ano. A escolha do nome é feita, anualmente, pelo Corecon-RS e pelas de faculdades gaúchas, que oferecem o curso de Jornalismo no Rio Grande do Sul.

premioleonardo3Leonardo Vieceli tem 27 anos de idade, é natural da cidade de Feliz, no Rio Grande do Sul. É jornalista graduado pela Unisinos, onde estudou de 2012 a 2016. Trabalha desde 2015 em Zero Hora. Ingressou no jornal como assistente de conteúdo e hoje é repórter da editoria de Notícias, com foco na cobertura de economia. Também escreve para a coluna + Economia, como interino, e para o site GZH, além de colaborar com a Rádio Gaúcha. Durante a graduação, estudou por seis meses Comunicação Social na Universidad de Deusto (País Basco, Espanha).

A solenidade de premiações do Prêmio Corecon-RS 2020 foi realizada na noite do dia 22 de dezembro último, na modalidade online, e transmitida pelos canais da Entidade, no Facebook e no YouTube. Na oportunidade, também foram homenageados os autores das melhores Monografias, Artigos Técnicos e Dissertações de Mestrado, os vencedores das reportagens de Economia do Ano, além das distinções “Economista do Ano” a André Nunes de Nunes e “Economista Destaque do Ano-Prêmio Roberto Camps de Moraes” a Giácomo Balbinotto Neto.