slogan

SELO ENEF

Ex-presidente do Corecon-RS conquista 2º Lugar no Prêmio SOF, da ESAF



O ex-presidente do Corecon-RS, economista gaúcho Fernando Ferrari Filho, e o economista Fábio Henrique Bittes Terra foram premiados, com o artigo “Índice de Fragilidade Financeira do Setor Público: uma análise para o governo federal brasileiro no período 2000-2016”, em 2º Lugar no X Prêmio da Secretaria de Orçamento Federal da Escola de Administração Fazendária (ESAF), do Ministério da Fazenda.

O artigo analisa a postura fiscal do governo federal entre 2000 e 2016, baseado em uma adaptação do Índice de Fragilidade Financeira, desenvolvida por Hyman Minsky, para o setor público. Os resultados empíricos mostram que a postura "financeira" do setor público federal foi especulativa entre 2000 e 2013 e Ponzi entre 2014 e 2016. Ademais, o Índice de Fragilidade Financeira do Setor Público permite mostrar que a situação fiscal do Brasil deteriorou-se, ao longo do período, independentemente da política fiscal ter sido conduzida de forma pró ou contra-cíclica.

O 1º Lugar foi destinado ao trabalho "Dinâmica de Médio Prazo das Despesas Federais em Saúde e Educação: uma análise à luz das regras fiscais vigentes”, de autoria de Carlos Renato de Melo Castro, Artur Henrique da Silva Santos, Camila Ferraz Peixoto Cavalcante, João Bosco Amaral Júnior, Jorge Luis Teixeira Ávila e Rodrigo de Castro Luz.

Acesse vencedores em http://www.esaf.fazenda.gov.br/assuntos/pesquisas-e-premios/premio-sof/x-premio-sof/x-premio-sof-de-monografias