Anunciados vencedores do Prêmio Nobel de Economia 2022


A Real Academia Sueca de Ciências (The Royal Swedish Academy Of Sciences) anunciou, na última segunda-feira, dia 10, os nomes de Ben Bernanke, Douglas Diamond e Philip Dybvig como os vencedores do Prêmio Nobel de Economia 2022 por suas “pesquisas sobre bancos e crises financeiras”.

Entre as motivações do Prêmio, está a significativa melhora de "nossa compreensão do papel dos bancos na economia, particularmente durante as crises financeiras uma importante descoberta de suas pesquisas sobre por que é vital evitar colapsos bancários". Questões extremamente atuais, considerando os tempos difíceis que o mundo está enfrentando, entre pandemia, guerra na Ucrânia e alta inflação. O Prêmio Nobel de Economia foi concedido aos três justamente por seus estudos sobre o papel dos bancos nos diversos ciclos econômicos.

Ben Bernanke
Ben Bernanke nasceu em 1953 em Augusta, Geórgia, e foi o presidente do Federal Reserve (Fed), o Banco Central americano, entre 2006 e 2014, nomeado pelo então presidente americano George W. Bush, e reconfirmado no cargo pelo sucessor, BarackObama. Bernanke teve que enfrentar a Crise dos Subprime, que começou em 2007-2008, e que foi a pior desde o Grande Crash de 1929. Atualmente Bernanke leciona na Brookings Institution em Washington. Essa é a primeira vez que um ex presidente do Fed ganha um Prêmio Nobel de Economia. O reconhecimento a Bernanke deve-se ao seu artigo de 1983, onde o economista americano "demonstrou, com análises estatísticas e fontes históricas que corridas bancárias levaram à falências bancárias, e que esse foi o mecanismo que transformou uma recessão relativamente comum na depressão dos anos 1930, a crise mais dramática e grave que vimos na história moderna”.

Douglas Diamond
Douglas W. Diamond nasceu em 1953, doutorou-se pela Universidade de Yale em 1980, se especializando em crises financeiras e de liquidez, e hoje ensina finanças na Universidade de Chicago. Segundo Diamond, "os bancos centrais são capazes de derrotar a inflação, muitas vezes esquecemos uma lição de Milton Friedman e é que a política monetária dos bancos centrais age com atraso temporal". No entanto, acrescentou, "parte do problema são os déficits fiscais muito grandes em todo o mundo: a política monetária e a política fiscal devem trabalhar juntas". Segundo Diamond o sistema financeiro global hoje "está muito mais preparado" para a eventualidade de uma crise financeira do que em 2008.

Philip Dybvig
Philip H. Dybvig nasceu em 1955, obteve seu doutorado em 1979 na Universidade de Yale e é professor da Washington University, especializado em investimentos e modelos de mercado. Diamond e Dybvig foram agraciados com o Prêmio por seu modelo teórico, também criado em 1983, que, conforme aparece na motivação do Nobel, visa "explicar as formas como se determina um fenômeno de corrida bancária, ao mesmo tempo em que fornece uma representação teórica do mecanismo através do qual os bancos criam liquidez”. Apesar do passar dos anos, o modelo representa hoje o “ponto de referência teórico para a explicação dos fenômenos considerados, e não é por acaso que várias reformulações posteriores foram propostas”.

Prêmio Nobel de Economia, Histórico
Ao contrário dos outros Prêmios Nobel, o de Economia não foi estabelecido pelo testamento de Alfred Nobel, mas somente em 1968 pelo Sveriges Riksbank, o Banco Central da Suécia, em memória do genial inventor da dinamite e empresário. Os vencedores são selecionados pela Real Academia Sueca de Ciências de acordo com os mesmos princípios dos Prêmios Nobel concedidos desde 1901. Os primeiros vencedores foram anunciados um ano depois: Ragnar Frisch e Jan Tinbergen. No total, o Nobel de Economia foi concedido 53 vezes para 89 vencedores, entre 1969 e 2021. A primeira mulher a ganhar foi a cientista política e cientista americana Elinor Ostrom em 2009. Por tradição, o Nobel de Economia é sempre o último Prêmio a ser anunciado, e prevê o reconhecimento de cerca de um milhão de euros para o vencedor. A entrega é sempre no dia 10 de dezembro, data da morte de Alfred Nobel. O Prêmio da Paz é entregue em Oslo, capital norueguesa, enquanto os outros prêmios são entregues em Estocolmo, capital da Suécia, de acordo com os desejos do Nobel. No ano passado, 2021, metade do prêmio foi para David Card por sua pesquisa sobre como salário mínimo, imigração e educação afetam o mercado de trabalho. A outra metade foi compartilhada por Joshua Angrist e Guido Imbens por propor como estudar questões que não se encaixam facilmente nos métodos científicos tradicionais.

Fonte: Exame.Com

Clique AQUI para acessar o Site da The Royal Swedish Academy Of Sciences

Controladoria-Geral do Estado de SC abre inscrições para Concurso Público

A Controladoria-Geral do Estado de Santa Catarina e a Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina tornam público que encontram-se abertas as inscrições para o Concurso Público para o cargo de Auditor do Estado de Santa Catarina. O Concurso visa o preenchimento de 95 vagas e formação de cadastro de reserva, destinado às áreas de administração, ciências da computação, ciências contábeis, direito, engenharia civil e Economia, com uma remuneração inicial de R$ 21.055,69. As inscrições encerram-se no dia 10 de novembro.

Para maiores informações, acesse https://cge.sc.gov.br/concurso-da-cge/

Conselho Fiscal da Furerg aprova balanço da Furg de 2021

O Conselho Fiscal da Fundação de Radiofusão Educativa do Rio Grande (Furerg), reuniu-se, no dia 6 de outubro, em Rio Grande, para analisar as contas da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), relativas ao exercício 2021. Estiveram presentes os conselheiros efetivos economista João Carlos Medeiros Madail, a administradora Lara Garcia Scheunemann e os contadores Clairton Einhardt Strelow e Gabriele Lisboa Machado. Na oportunidade, os membros do Conselho examinaram os balancetes e as demonstrações contábeis concernentes ao período em questão e lavraram e aprovaram Ata com as conclusões da reunião.

O conselheiro do Corecon-RS, economista João Carlos Medeiros Madail, ocupa uma das cadeiras representando o Corecon-RS no Conselho Fiscal da Entidade, que tem como presidente o contador Clairton Strelow.

Inscrições abertas para o 7º Encontro Paranaense de Economistas e Estudantes


Estão abertas as inscrições para o 7º Encontro Paranaense de Economistas e Estudantes, evento promovido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (Corecon-PR), que irá apresentar e debater os modelos de desenvolvimento e infraestrutura para o Paraná: Energia, Saneamento e Logística.
 
O 7º EPECO, tem como público-alvo, profissionais economistas, professores de economia e estudantes dos cursos de Ciências Econômicas. O CoreconPR irá emitir o certificado aos participantes inscritos no 7º Epeco.
 
As inscrições podem ser feitas através do site www.sympla.com.br e a transmissão será realizada através do seu canal no youtube, mediante inscrição prévia.

Conselho Fiscal da Furerg reúne-se no dia 6 em Rio Grande

O Conselho Fiscal da Fundação de Radiofusão Educativa do Rio Grande (Furerg), reúne-se, na próxima quinta-feira, dia 6, em Rio Grande, para análise das contas da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), exercício 2021.

O conselheiro do Corecon-RS, economista João Carlos Medeiros Madail, ocupa uma das cadeiras representando o Corecon-RS no Conselho Fiscal da Entidade. Também compõem o Conselho da Entidade a administradora de empresas Lara Sheunemann e a contadora Gabriele Lisboa Machado. A presidência está a cargo do contador Clairton Strelow.

UCS abre inscrições para apresentação de trabalhos no XX Esaes Economia e Cidades Sustentáveis

A Universidade de Caxias do Sul (UCS) abre as inscrições para apresentação de trabalhos no XX Encontro sobre Aspectos Econômicos e Sociais: Economia e cidades sustentáveis” (Esaes), que acontece nos dias 7 e 8 de novembro de 2022.

As áreas temáticas são Crescimento, Desenvolvimento e Meio Ambiente, Gestão Pública, História Econômica, Social e Política, Cadeias Produtivas e Sistemas Locais de Produção, Inovação e Competitividade, Economia Internacional, Turismo e Sustentabilidade, Emprego e Mercado de Trabalho, Tecnologia da Informação e Comunicação, Direito e Sociedade, Cidades Inteligentes e Sustentáveis, Economia Criativa, Educação, Filosofia e Desenvolvimento.

O prazo de encerramento das inscrições é no dia 21 de outubro.

O XX Esaes é dirigido a acadêmicos e profissionais das áreas de Ciências Sociais e do Direito e tem como objetivo e estudar os diferentes aspectos econômicos, jurídicos, sociais, ambientais e culturais responsáveis pelo desenvolvimento das regiões, mediante a discussão de estudos de caso e revisões teóricas no contexto da economia e das cidades sustentáveis.

As inscrições podem ser feitas até o dia 6 de novembro de 220. A carga horária é de 20 horas, válidas como atividades complementares.

A promoção é das áreas do Conhecimento de Ciências Sociais, do Conhecimento das Ciências Jurídicas, Curso de Ciências Econômicas e Programa de Pós-Graduação em Direito. A Comissão Organizadora é composta por Débora Bós e Silva (Mestranda em Direito), Kamilla Machado Ercolani (Doutoranda em Direito), Marina Panazzolo (Mestranda em Direito) e Melina Girondi Copelli. A coordenação é dos professores Cleide Calgaro, Divanildo Triches, Jacqueline Maria Corá, Lodonha Maria Portela Coimbra Soares e Maria Carolina Rosa Gullo.

Clique AQUI para acessar todas as informações sobre o XX Esaes

Economista fala no Congresso do Ânima Educação

 

O economista e professor doutor Christian Velloso Kuhn profere uma palestra, nesta terça-feira, dia 27, às 19 horas, dentro da programação do III Congresso Gestão & Negócios do grupo Ânima Educação, que acontece até o dia 28. Abordará "Linhas de Pesquisa em Economia sobre Mercado e Tecnologia". A inscrição é gratuita pelo link even3.com.br/cgen2022

Economistas gaúchos têm trabalhos selecionados para o 50º Encontro Nacional de Economia, de Fortaleza

Trabalhos de diversos economistas gaúchos estão entre os selecionados para apresentação no 50º Encontro Nacional de Economia, que acontece de 6 a 9 de dezembro próximo, em Fortaleza (CE). O Encontro, promovido pela Associação Nacional dos Centros de Pós-Graduação em Economia (Anpec), reunirá renomados pesquisadores, do Brasil e do exterior, com o objetivo de estimular o intercâmbio entre economistas e profissionais de áreas afins.

Durante o Encontro, serão apresentados trabalhos inéditos, que exploram as fronteiras do conhecimento científico na teoria econômica, na economia política e na econometria. Há também a preocupação com a discussão da realidade nacional, que é objeto de painéis e sessões temáticas, além de temas de interesse regional.

Clique AQUI para acessar a relação dos trabalhos selecionados



Inscrições abertas para submissão de trabalhos no XV Congresso Anual da ABDE

Está aberta a chamada de trabalhos para o XV Encontro da Associação Brasileira de Direito e Economia (ABDE), a ser realizada em Porto Alegre (RS), nos dias 28 e 29 de novembro, no Campus da Unisinos Porto Alegre. O prazo para inscrições vai até o dia 20 de outubro, e o resultado será divulgado até 3 de novembro.

O Congresso Anual da ABDE é um dos mais importantes eventos na área de análise econômica do Direito no Brasil e na América Latina. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas clicando aqui!

Conselheiro do Corecon-RS disponibiliza cartilha sobre finanças públicas do RS no Amazon



Como a vaca foi pro brejo" é o título de cartilha sobre finanças públicas, produzida pelo economista e conselheiro do Corecon-RS, Darcy Francisco Carvalho dos Santos, e disponibilizada para aquisição no Amazon.

No trabalho "Cartilha de Finanças: 50 anos de Finanças Estaduais (1971-2021)", o economista oferece uma visão ampla sobre as finanças do Estado do RS, desde 1971 até 2021, propondo ao leitor um conjunto de perguntas e respostas que mostram, de forma didática, os erros e acertos praticados pelos governantes ao longo desse período no que diz respeito às contas públicas. A apresentação do trabalho é feita pela economista Patrícia Palermo.
 

Página 4 de 117